Quarteto Jobim e Maria Rita

22 de Maio 2020 | 21h30

Pálacio de Congressos do Algarve | Herdade dos Salgados | Albufeira

“Elis e Tom” recordado pelos seus mais legítimos herdeiros!!

 O encontro (ou reencontro) entre as duas famílias dá origem ao show 'Chega de Saudade', dedicado ao repertório musical de Tom Jobim, revivendo o icónico“ELIS & TOM”.

O pianista Daniel Jobim e o violonista Paulo Jobim, neto e filho do compositor Tom Jobim, consolidaram carreiras musicais de reconhecimento internacional. Juntos no palco, os músicos fazem mais do que um tributo à sua obra: apresentam uma performance virtuosa e sensível, que recria a sonoridade idealizada pelo maestro! Ao lado deles, neste projeto, está Maria Rita, dona de uma das vozes mais extraordinárias de sua geração!! Com tanto talento, nem precisava ser filha de quem é. Mas é impossível ouvir a cantora, sem se lembrar de Elis Regina.

O Quarteto Jobim  reune músicos diretamente ligados ao maestro Antônio Carlos Jobim. Além do filho e do neto, formam o grupo: Jaques Morelenbaum (violoncelo) e Paulo Braga (bateria). Ambos integraram Banda Nova, de Jobim, por quase uma década. Sendo que Braga também se apresentou e gravou com Elis durante os anos 1970.

A familiaridade entre eles dá o tom deste espetáculo, que combina a leveza e a sofisticação harmónica do estilo.

Há 25 anos o mundo despedia-se de um dos seus mais geniais compositores, o brasileiro, Antônio Carlos Jobim. O maestro marcou a história da música, deixando como legado centenas de composições, entre letras e arranjos primorosos, que definiram a Bossa Nova como estilo. A sua maior herança, no entanto, pode ter ficado guardada na sua família!!

A apresentação contempla algumas parcerias do disco "Elis & Tom", presenteando o público, por exemplo, com o dueto de "Águas de Março", nas vozes de Daniel Jobim e Maria Rita. Sem, no entanto, ter a pretensão de recriar o álbum de 1974. Ao contrário, o espetáculo tem identidade própria, com um repertório desenhado a partir dos gostos pessoais e da memória afetiva dos artistas.

Marcado pela nostalgia, o espetáculo promove uma verdadeira celebração da música brasileira, ao dar vida nova à obra deste músico universal. As atuações instrumentais de "Surfboard" e "Samba de uma Nota Só" podem ser esperadas, assim como as belíssimas "Só Tinha de Ser com Você", "Anos Dourados" e "Triste", com os poderosos vocais de Maria Rita! Além dos grandes sucessos: “Água de beber”, “Corcovado", "Wave" e, claro, “Garota de Ipanema"!

Esta formação tanto inédita quanto artisticamente grandiosa, está disponível para concertos em Maio de 2020!!!

 

Voltar

Newsletter
Subscreva a nossa Newsletter e fique a par de todas as novidades!